Lets Work

A CURIOSIDADE MATA O ROBÔ

Mesmo com a AI crescendo em nosso ambiente de trabalho, como podemos ficar à frente de tanta tecnologia e dar valor aos nosso empregados?

Que a tecnologia está dando passos gigantes com a AI, isso ninguém tem dúvidas. A cada dia que passa a inteligência artificial toma mais espaço no nosso dia a dia, tanto no cotidiano quanto nas empresas, prova disso o sucesso do aplicativo Let´s Work, com a tecnologia de reconhecimento facial que está sendo cada vez mais utilizada. Mas o que fazer diante tanta inteligência cognitiva e preditiva se somos meros humanos?

Pensando neste contexto é que SurveyMonkey , fez uma pesquisa e avaliou que a maioria dos empregadores não valoriza a curiosidade e criatividade dos seus empregados, mas entendem que este é um diferencial que dará a chance aos seus colaboradores a continuarem nas empresas.

Os resultados da pesquisa ainda mostram que quase metade (49%) dos líderes empresariais americanos dizem que a curiosidade está diretamente ligada à capacidade de ganhar mais dinheiro, contudo apenas 22% das pessoas acreditam nas recompensas financeiras de uma mente curiosa.

Outro tópico bem interessante é o reconhecimento do grupo, onde em poucas situações uns alentam mais os outros em função da criatividade e curiosidade. Apenas 17 por cento dos líderes empresariais são inspirados por seus pares, enquanto 31 por cento dos trabalhadores mais jovens são inspirados por pessoas em seu nível.

Então chegamos ao seguinte questionamento: Como jovens pode se valer da curiosidade para angariar reconhecimento e como os gerentes podem encontrar a inspiração dos seus colaboradores subordinados? Simples, depende do ambiente de trabalho e da política da empresa.

O CEO da SurveyMonkey, Zander Lurie, diz que a cultura da empresa determina a abertura para novas idéias. “Falar em uma reunião com uma questão que desafia a autoridade ou o status quo pode ser intimidante se a curiosidade não for encorajada”, disse Lurie. Assim, completa, “ A liderança precisa fazer perguntas que façam parte da cultura de uma organização. Comemorando os insights curiosos que as perguntas geram. ”

Quanto ao rôbos que estão chegando ao ambiente de trabalho ameaçando varrer a humanidade das empresas, ele completa: “Nós não vamos vencer os robôs na ética de trabalho ou atenção aos detalhes – então é melhor ficarmos curiosos!”

Veja algumas dicas para o RH criar uma cultura mais curiosa no ambiente de trabalho:

Procure fazer perguntas curiosas referente ao sistema de trabalho e cultura da empresa, criando um ambiente transparente e dando o devido valor por isso.

Permita que as pessoas se expressem sem medo e crie um sistema ou local para isso;

Contrate uma equipe diversificada, onde diferentes pontos de vista e perguntas podem inspirar mais aprendizado.

Pratique a arte de questionar. Perguntar “por quê” ajuda a identificar e entender as motivações que impulsionam funcionários, clientes e parceiros.

 – E recompense essas ótimas perguntas! Tanto por meio de programas de reconhecimento de pares quanto pelos anúncios da equipe de líderes, e para destacar quando a curiosidade levou ao fracasso. ***

 

Caso tenha alguma dúvida, informe seus dados para entrarmos em contato com você.

Informe seus dados

shape
Lets Work

CNPJ: 45.992.151/0001-01 - LET'S WORK TECNOLOGIA LTDA.

©2022 Todos os direitos reservados

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close