Lets Work

05 Dicas para reconhecer o perfil de um candidato

perfil do candidato

Como saber realmente se o candidato está sendo sincero na hora de responder as perguntas cruciais para identificar o perfil dele? Sem dúvida, é uma situação difícil para ambas as partes. De um lado, uma pessoa que está necessitando de um emprego e pode fazer e dizer coisas que talvez nunca tenha experimentado para ganhar essa vaga e do outro o recrutador que deve entregar a melhor proposta para seu cliente ou para a empresa na qual trabalha. Nos dois casos o bom senso deve imperar. Para dar uma ajudinha, separamos algumas dicas para reconhecer se o perfil do candidato é ou não compatível com a vaga.

#1 – Planejamento é tudo!

Antes de começar as seleções, é indispensável que o recrutador entenda e planeje tudo para dar certo, para isso o primeiro passo é analisar e estabelecer as habilidades técnicas e comportamentais que o candidato deve ter, além dos dados como idade, experiência mínima, cursos de formação e aperfeiçoamento e pretensão salarial. Pergunte se for necessário ao departamento quais são as competências e características que o novo colaborador deverá ter, e se tiver dúvidas, pergunte novamente ao gestor da vaga, é indispensável entender o que se pede, uma vez que se os estilos comportamentais do novo candidato não forem complementares ou compatíveis, poderá haver atritos que conduzam à resignação ou demissão precoce de um candidato de alto potencial.

 

Analise-os-conhecimentos-e-competencias

#2 – Analise os conhecimentos e competências necessárias

Obviamente que nem todo analista ou recrutador saberá na ponta da língua os critérios técnicos tão bem quanto o gestor da área a quem se destina a vaga, por isso é de suma importância levantamento de requisitos e pesquisa sobre os assuntos a serem abordados que são criteriosos para a seleção. Por isso não negligencie este passo. Uma vez definidas essas informações, vai ficar muito mais fácil planejar os testes comportamentais e saber o que procurar em suas análises.

Selecione-as-formas-de-analise-comportamental

#3 – Selecione as formas de análise comportamental

Duas das ações que podem ajudar o recrutador nesta tarefa são a análise DISC, que busca analisar dentro de 4 dimensões: Dominância, Influência, estabilidade e Conformidade. Esta análise ajuda a entender a motivação, comportamento, reações, relações, etc. do candidato em uma determinada situação.
Já a técnica de entrevista S.T.A.R (Situation or Task; Action Taken; Results Achieved) foca nas ações do candidato em situações ou metas passadas, verificando assim resultados, comportamentos, contradições e omissões que são vitais para entender o candidato em sí. Com a ajuda destas análises fica mais claro entender e mais fácil direcionar os questionamentos para identificar o perfil do candidato.

Mudanças-de-assuntos-constantes-isso-é-um-sinaljpg

#4 Mudanças de assuntos constantes, isso é um sinal…

É muito normal um candidato apresentar nervosismo durante a entrevista de emprego, o que pode atrapalhar as respostas de algumas perguntas, mas se essa atitude ficar recorrente, pode ser sinal de que seu candidato está querendo fugir ou escondendo alguma resposta verdadeira. Para evitar isso, pergunte de forma direta e objetiva, de maneira que não dê margem para este tipo de resposta. Assim, você estará sendo objetivo nas suas análises e ajudará o candidato a ser mais claro na hora das respostas.

Nem-muito-nem-pouco

#5 Nem muito, nem pouco

Na hora de selecionar os currículos levem em consideração a forma da escrita que pode ser concisa ou prolixa demais. No primeiro caso levante os pontos onde a pessoa simplificou demais suas qualificações e experiências e reserve para a entrevista, pode ser que esteja omitindo ou incluindo experiência que não teve. Já no caso contrário, pode acontecer o mesmo, sendo uma forma de disfarçar a falta de experiência em algumas requisições. Termos desnecessários podem chamar a atenção, porém analise se tanta escrita tem de fato conteúdo e não apenas descrições sem fundamento.

Esperamos que estas dicas sejam de ajuda na hora de selecionar seus candidatos. Lembrando que no final das contas o mais importante é encontrar no potencial do candidato, aquilo em que ele pode se transformar dentro da sua empresa, ou seja o recurso humano que de fato poderá fazer toda a diferença. Fique atento, se planeje que tudo sairá muito bem!***

Caso tenha alguma dúvida, informe seus dados para entrarmos em contato com você.

Informe seus dados

shape
Lets Work

CNPJ: 45.992.151/0001-01 - LET'S WORK TECNOLOGIA LTDA.

©2022 Todos os direitos reservados

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close